Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /var/www/html2/mobister.unibh.br/web/app/themes/mobister/resources/controllers/SingleBlog.php on line 13
Qual o peso da nota do Enade na avaliação de um curso? - UniBH

Qual o peso da nota do Enade na avaliação de um curso?


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /var/www/html2/mobister.unibh.br/web/app/uploads/cache/221e5cda9b6a7ba40aa16ec329c5e53078734132.php on line 23

Você é daqueles que acham que a nota do Enade não serve para nada? Sério? Pois se você ainda não escolheu a universidade que vai graduá-lo, ainda há tempo para mudar seus conceitos e apoiar sua decisão com base nas notas desse exame, que — acima de tudo — traduz muito do que cada instituição de ensino superior é capaz de entregar aos seus alunos.

Desde a primeira edição do exame — em 2004, quando foram avaliados 140.340 estudantes de 2.187 cursos de graduação do país —, o Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) foi aprimorado e ganhou força, estrutura e, principalmente, credibilidade.

Na mais recente edição, em 2015, por exemplo, foram cerca de 2 mil cursos avaliados por meio da média de desempenho de mais de meio milhão de alunos em todos os pontos do Brasil — performance esta que, ao contrário do que você talvez possa imaginar, já começa a ser incorporada nos sistemas de recrutamento e seleção das grandes empresas do país.

Tem dúvidas sobre qual universidade escolher? Nas próximas linhas, você vai entender qual o peso que a nota do Enade pode ter na avaliação do mercado em relação à sua universidade e, por consequência, no encurtamento do seu caminho rumo ao sucesso profissional. Vamos ver isso com mais detalhes?

O que é o Enade?

O Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes é uma avaliação escrita, realizada todos os anos para mensurar o nível dos cursos de ensino superior no Brasil. De responsabilidade do Inep (autarquia federal vinculada ao Ministério da Educação), o Enade é um dos procedimentos de avaliação do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes), criado pela Lei 10.861/2004 (caso queira dar uma checada nos termos da legislação, clique aqui!).

O Enade é obrigatório?

Lamentamos te dizer que sim. Diferentemente de um vestibular, é a sua instituição de ensino superior (IES) que vai escolher os alunos que deverão representá-la no exame. Em geral, quem participa do teste são os estudantes ingressantes e formandos das áreas e cursos avaliados em cada ano (ou seja, primeiro e último ano). Em cada edição do exame, são avaliados apenas alguns cursos (não todos!), sendo que o interstício máximo para avaliação de um curso é de três anos.

Uma vez selecionado, a participação do aluno é obrigatória, sendo registrada em seu histórico escolar a regularidade com essa obrigação. Mas se você já entrou ou está perto de entrar na faculdade, fique esperto: o estudante selecionado que não realizar a prova não poderá receber o diploma até sua regularização junto ao Inep.

Qual o objetivo do Enade?

A principal função desse exame é medir e monitorar o processo de aprendizagem e o rendimento dos estudantes em cada curso de cada universidade, levando em consideração:

  • os conteúdos programáticos previstos nas diretrizes curriculares das respectivas graduações;
  • as exigências do mercado de trabalho;
  • e o nível mínimo de qualidade exigido pelo MEC.

Já sacou que, no final das contas, o que é avaliado não é o desempenho individual do estudante, mas sim a qualidade do curso de graduação de cada instituição de ensino superior credenciada pelo MEC?

OK, agora vamos adivinhar o que você está pensando: “quer dizer então que se é a faculdade a avaliada, o estudante não precisa se preocupar e pode ir ao exame para simplesmente ‘chutar’ todas as respostas”? Com certeza não, e você vai descobrir já por quê.

Como a nota do Enade pode impactar sua carreira

Não pense que pelo fato do foco da avaliação ser a instituição, você não será responsabilizado pelos resultados obtidos. Um péssimo Conceito Enade de uma turma em um curso de graduação pode se refletir negativamente por anos no mercado, manchando a imagem da instituição e — pior do que isso! — o currículo de todos os seus alunos formados, que estarão se digladiando no mercado em busca de consolidação em suas carreiras.

Afinal, qual é a relação entre essa prova e o mercado de trabalho? A relação é imensa. Já há alguns anos, os processos seletivos de muitas empresas de renome vêm incorporando a nota do Enade na avaliação dos candidatos. Profissionais graduados ou estudantes (no caso de um estágio) cuja origem acadêmica se deu em universidades com baixo Conceito Enade tendem a ter maiores dificuldades para se colocar no mercado.

Ou seja, em processos seletivos de alta concorrência e similaridade nos perfis dos candidatos, a nota do Enade pode fazer a diferença no preenchimento de uma vaga. Entendeu a importância?

Alguns impactos que esse exame pode ter em sua vida profissional:

  • o Conceito Enade vem sendo usado pelas principais empresas do país como critério de desempate ou variável extra de seleção de profissionais de diversas áreas;
  • muitas empresas concedem bolsas de graduação aos seus funcionários; entretanto, muitas delas consideram a nota do Enade como parâmetro para manutenção dos subsídios: ou seja, se você vacilar e escolher um curso de uma universidade sem tradição, acostumada a obter avaliações ruins no exame nacional de ensino superior, há o risco concreto de perder a bolsa. Já está vendo que a coisa é séria, né?;
  • a importância dessa avaliação no mercado de trabalho passa ainda pela seleção de trainees; colocar entre os requisitos de preenchimento da vaga que o aluno seja obrigatoriamente da faculdade A ou B constitui prática discriminatória proibida por lei; dessa forma, muitas organizações passaram a selecionar seus trainees com base nos resultados do Enade. Exemplo: fixar como exigência (em um processo seletivo para trainees) que estes advenham de universidades com conceitos acima de 3 no Enade — ao contrário do que você pode pensar — é sim permitido.

A importância de escolher uma universidade com tradição e boas avaliações médias no Enade

Como você já percebeu, a nota do Enade não é algo que deva ser desprezado na hora de escolher o curso e a universidade que vai lhe formar… Vamos ser mais diretos, escolher seu curso superior sem nem dar uma olhadinha nas planilhas do INEP é muito vacilo! E que pode lhe custar caro no médio prazo!

Assim, é altamente recomendável:

Esse post vai chegando ao fim, e esperamos que você tenha mudado de opinião caso achasse que a nota do Enade era insignificante em sua vida. Corra agora mesmo para o site do Inep para dar uma pesquisada no desempenho dos centros universitários de sua região!

Ah, mas não sem antes curtir a página nossa página no Facebook para continuar recebendo dicas para construir sua vida acadêmica e carreira com solidez e estratégia!




    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /var/www/html2/mobister.unibh.br/web/app/uploads/cache/221e5cda9b6a7ba40aa16ec329c5e53078734132.php on line 73

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Olá. Estaremos de férias de 22/12/21  até dia 09/01/22. Mas não perca tempo, clique aqui e faça sua matrícula de forma digital.